Exame Isocinético

System 4 Pro da Biodex – Dinamometria Isocinética

Descrição

O aparelho isocinético é uma maquina na qual o indivíduo realiza um esforço muscular máximo ou sub-máximo contra a resistência do aparelho que se acomoda imediatamente. O equipamento possui velocidade angular constante, permitindo realizar movimento na amplitude articular definida.

A resistência oferecida pelo atleta examinado é também variável conforme a força realizada em cada ponto da amplitude articular e também directamente proporcional à força física do individuo.

Quanto maior a força aplicada ao aparelho pelo atleta, maior será a resistência que o mesmo devolverá, sendo que a velocidade angular é será sempre constante, em graus por segundo (°/seg). Esta velocidade é definida previamente pelo clínico examinador.

O exame isocinético está indicado para avaliação do desempenho da força muscular, para membros inferiores e superiores, através da avaliação quantitativa do arco de movimento, da força e das variáveis do desempenho muscular.

A realização deste exame permite a avaliação de:

• Força Máxima

• Força Máxima versus Peso Corporal

• Trabalho Muscular Realizado por Repetição

• Índice de Fadiga Muscular

• Índice de Potência Muscular

A realização do exame isocinético é fundamental para o estabelecimento de critérios da reabilitação funcional, especialmente na orientação de exercícios para determinados grupos musculares. Este exame é também um excelente meio para auxiliar na avaliação clínica na retoma da prática desportiva com segurança (Return-To-Play).”

Aplicabilidade em atletas de elite e desportistas:

O exame isocinético tornou-se mais conhecido e vem sendo utilizado cada vez mais por treinadores e equipas clínicas ligadas diretamente a atletas de alto rendimento. Os resultados do exame podem ser usados de forma a dotar os clínicos de critérios de avaliação para minimizar a probabilidade de surgimento lesões que possam ser prevenidas.

O equilíbrio muscular agonista/antagonista, a comparação entre os lados direito e esquerdo e a necessidade do retorno adequado à atividade desportiva pós-lesão ou no pós-operatório, com níveis semelhantes ou superiores de condição e aptidão física, são objetivos do atleta e da equipa multidisciplinar para serem atingidos.

Para desportistas em geral ou para pessoas que desejem iniciar prática desportiva, o exame é indicado para a percepção de determinados desequilíbrios musculares.

Exemplos clássicos são as relações agonista/antagonista do joelho em corredores de rua. Sabe-se que uma alteração neste índice pode levar a lesões como a Tendinopatia Patelar, Condromalacia ou outras lesões musculares, principalmente dos músculos da cadeia posterior da coxa (Isquiotibiais) durante o “sprint”.

Equipamento e Instalações do CMM – Centro Médico de Aveiro

Preparação

Este exame não requer nenhuma preparação específica prévia à entrada na clínica. Apenas é solicitado ao utente que traga roupa e calçado desportivo, confortável para a prática de exercício, para que possa realizar o exame e o protocolo de aquecimento de forma segura.

Procedimentos e Protocolos

O exame isocinético é realizado através de um equipamento isocinético computorizado que permite a recolha de dados sobre a capacidade muscular e/ou possíveis desequilíbrios. É um exame indolor onde o utente se encontra posicionado no isocinético e com a ajuda de umas fitas no tronco permanece fixo com tiras e ajustado ao equipamento, conseguindo desta forma manter uma postura correta para a realização do exame. As alavancas são posicionadas, o membro a avaliar fixado e o exame inicia quando o utente exerce força com o respetivo elemento biomecânico (braço, antebraço, coxa, perna ou pé).

O relatório construído com base nos dados recolhidos é importante para que o clínico possa direcionar o utente da melhor forma para a reabilitação (pré e/ou pós-operatória) e para monitorização da evolução dos programas de reabilitação/treino definidos.

Protocolo de avaliação do Ligamento Cruzado (anterior e posterior):

Para aumentar as probabilidades de sucesso e retorno seguro ao jogo após a reconstrução do LCA (Ligamentoplastia do Ligamento Cruzado Anterior), vários critérios específicos foram desenvolvidos ao longo dos últimos 30 anos.

Os protocolos de teste objetivos com o System 4 Pro da Biodex fornecem dados valiosos e isolados de desempenho muscular. Os resultados dos testes, combinados com a restante avaliação clínica, podem ser usados ​​para fortalecer o aparelho flexor/extensor do joelho e ajudar na decisão de retorno ao jogo.

Dois estudos recentes reviram as taxas de reabilitação pós-lesão do Ligamento Cruzado Anterior, onde ambos demonstraram a necessidade de cumprir os critérios de desempenho antes de retornar ao jogo, com resultados moderadamente semelhantes. Enquanto o tempo de cura é um fator importante*, medir a força de quadricipete e vários outros parâmetros são igualmente vitais.

*Para cada mês de atraso no Return-To-Play, a taxa de recidivas foi reduzida em 51%.

Veja os vídeos abaixo:

Exame efetuado no CMM – Centro Médico de Aveiro
Isquiotibiais (Músculos Posteriores da Coxa):

O nosso equipamento isocinético System 4 Pro da Biodex suporta protocolos de avaliação específicos para os isquiotibiais.

A lesão dos isquiotibiais é um assunto muito sério e por isso os protocolos de exame objetivos que conseguimos com o Biodex System 4 Pro fornecerão dados valiosos. Os resultados dos testes, combinados com avaliação clínica estabelecida, podem ser usados ​​para triagem preventiva de lesões, gestão dos processos de reabilitação e determinação aproximada do Reurn-To-Play (retorno à competição).

Veja o vídeo abaixo:

Revisão da literatura: https://www.biodex.com/physical-medicine/products/dynamometers/system-4-pro/bibliographies

Exame disponível nos seguintes Centros Médicos

Pode escolher na página de marcação online o subsistema ou seguradora convencionado na clínica escolhida.