A Terapia da Fala na Reabilitação das sequelas de COVID-19

A Terapia da Fala na Reabilitação das sequelas de COVID-19

A COVID-19 é uma doença infeciosa causada por coronavírus (Sars-CoV-2). Os sinais e sintomas da COVID-19 variam em gravidade, desde a ausência de sintomas (sendo assintomáticos) até febre (temperatura ≥ 38.0ºC), tosse, dor de garganta, cansaço e dores musculares e, nos casos mais graves, pneumonia grave, síndrome respiratória aguda grave, septicémia, choque sético e eventual morte.(1)

O tratamento, além de medicamentoso, poderá ter de passar por administração de oxigénio de forma não invasiva e, em casos graves, por intubação orotraqueal e ventilação mecânica invasiva.(2) As sequelas da Covid-19 poderão ser várias, dependendo da gravidade da doença e do tratamento envolvido.

O Terapeuta da Fala é frequentemente chamado a intervir no processo de Reabilitação quando se verificam: (3)

  • Alterações ao nível da Deglutição;
  • Alterações ao nível da Voz;
  • Défices Neurocognitivos, que poderão levar a dificuldades na comunicação (desorientação temporal, declínio cognitivo, dificuldades de concentração, atenção e memória).
Dificuldades de Deglutição

As dificuldades de deglutição poderão manifestar-se como atraso no reflexo de deglutição, descoordenação respiração/deglutição, regurgitação nasal, aspiração para as vias aéreas e / ou presença de resíduos faríngeos.(4)

Durante o processo de reabilitação é importante:

  • Avaliar criteriosamente a capacidade de deglutição.
  • Eliminar ou reduzir o risco de pneumonia de aspiração;
  • Manter o aporte nutricional e a hidratação.

O Terapeuta da Fala poderá implementar estratégias que ache necessárias como mudanças posturais para reduzir o risco de aspiração, e/ou comportamentais, como ingestão de quantidades reduzidas, reduzir distrações para encorajar o controlo deliberado do bolo alimentar na boca entre outras que considere adequadas à situação e ao estado do doente. Adaptações na consistência dos alimentos e estratégias compensatórias poderão ser também necessárias.

A fraqueza neuromuscular e a diminuição da sensibilidade intra-oral poderão existir por desuso das estruturas orofaríngeas nos pacientes que estiveram sob suporte ventilatório (a alimentação durante a entubação passa a ser feita por sonda naso -gástrica e uso de medicamentos.(4) O Terapeuta da Fala orientará para a realização de exercícios específicos de deglutição para aumentar a força, sensibilidade e mobilidade das estruturas.

Alterações na Voz

As alterações na qualidade vocal (disfonia) poderão ocorrer devido a trauma laríngeo devido à intubação e por descoordenação respiração/fonação. A disfonia pós entubação é caracterizada por aspereza na voz e pigarreio frequente.

O Terapeuta da Fala deverá fornecer estratégias de higiene vocal e exercícios para melhorar a qualidade da voz, conforto na fonação e projeção vocal.(3)

Défices Neurocognitivos

Estão descritas diversas sequelas em sobreviventes de COVID 19 como dificuldades de memória, redução da capacidade de atenção, declínio intelectual global e dificuldades de fluência, sendo esta situação mais evidente, em doentes que estiveram hospitalizados por um período prolongado e sob sedação, sujeitos a isolamento social e procedimentos invasivos.(3)

O Terapeuta da Fala pode ajudar!

À medida que os doentes se tornam clinicamente estáveis ​​e se recuperam da COVID-19, a Terapia da Fala desempenha um importante papel na reabilitação da deglutição, cognição e capacidade geral de comunicação, assim como na promoção de uma alta segura, com aconselhamento e orientação dos membros da família e cuidadores, para que possam apoiar o doente de forma adequada e melhorar sua qualidade de vida.

Autora

Maria João Costeira, Terapeuta da Fala (C-020553188) nas unidades do CMM – Centro Médico de Aveiro e CMM – Centro Clínico FisioEstarreja

Bibliografia e Referências Bibliográficas

1.https://covid19.min-saude.pt/ em 05 de Maio de 2021

2. Brugliera L et all. Rehabilitation of Covid-19 Patientes. J Rehabil Med 2020; Vol 52

3. Mohapatra B, Mohan R. Speech-Language Pathologists’ role in the multi-disciplinary management and Rehabilitation of patients with covid-19. Journal of rehabilitation medicine 2020; Vol 3.

4. Frajkova,Z et all. Postintubation Dysphagia during covid-19 outbreak – contemporary review.Dysphagia 35, 549–557 (2020)

Outros artigos
Siga-nos