Dia Mundial da Voz

O Dia Mundial da Voz celebra-se desde 2003 e consciencializa-nos para a importância da nossa Voz e dos cuidados necessários para a preservarmos.

A nossa Voz é um poderoso instrumento de interação. Através dela conseguimos expressar muitas das nossas emoções através do tom, do ritmo, da intensidade…reflete o nosso estado de espírito, a nossa intenção na comunicação! Já pensou na importância de manter a sua voz saudável?

Hoje em dia, o uso de máscaras imposto pela situação pandémica em que vivemos, veio aumentar o número de patologias associadas à voz, uma vez que se verifica um aumento do esforço para a emissão vocal, conforme refere a Otorrinolaringologista Clara Capucho, coordenadora da Unidade de Voz do Centro Hospitalar Lisboa Ocidental (CHLO), que integra os Hospitais Egas Moniz, S. Francisco Xavier e Santa Cruz. A especialista, refere “ter atendido nos últimos meses cada vez mais pessoas com este problema que se caracteriza pela dificuldade para emitir a voz, rouquidão, falta de volume e projeção, entre outros”.(1)

Deixamos alguns conselhos para preservar a sua VOZ, mesmo em tempos de pandemia:
  • Com o uso da máscara, sentimos necessidade de falar mais alto, pois deixa de haver suporte na leitura labial. Assim, sempre que possível, evite falar em ambientes ruidosos, em que tenha de sobrepor a sua voz ao ruído ambiente;
  • Quando falar, lembre-se que precisa de ar nos seus pulmões. Não fale sem suporte respiratório adequado;
  • Evite pigarrear. O pigarreio tem um efeito negativo sobre a saúde das pregas vocais devido à constante fricção, o que causa irritação da mucosa. Quando tiver vontade de pigarrear, ingira um pouco de água de forma a limpar a garganta;(2)
  • Não fume e evite consumir bebidas alcoólicas. Um dos motivos pelo quais deve evitar o consumo de bebidas alcoólicas, prende-se com o facto de que o álcool que ingerimos é eliminado através da nossa respiração, o que poderá provocar irritação dos tecidos da laringe;
  • Fale com uma postura adequada (mesmo quando está em reuniões online). O alinhamento postural é essencial para uma produção vocal eficiente pois reduz a tensão muscular durante a fonação;
  • Fale com o seu médico assistente caso tenha refluxo gastroesofágico;
  • Beba água natural ao longo do dia;
  • Fale pausadamente.

Tal como o seu corpo, também a sua voz precisa de descanso. Repouse a sua voz!

Esteja atento à sua Voz!

Sinais de alerta a ter em conta.
  • Alterações na voz;(4)
  • Tosse frequente;(4)
  • Alterações no timbre da voz ou dificuldade em colocar a voz;(4)
  • Pigarreio ou rouquidão frequente.(4)
A sua voz mudou? Consulte um Otorrinolaringologista!

Em alguns casos, o Otorrinolaringologista irá recomendar a realização de Terapia da Fala:

  • Reabilitação de disfonias funcionais, ou seja, disfonias devido ao comportamento vocal como uso incorreto da voz, inadaptações vocais e alterações psicoemocionais.(3)
  • Tratamento e acompanhamento de processos patológicos e/ou pré e pós cirúrgicos de alterações orgânicas e não orgânicas (como fendas glóticas, nódulos, quistos, pólipos, cancro da laringe etc.).
  • Lesões neurológicas (como parésias e paralisias das cordas vocais).
Autora

Maria João Costeira, Terapeuta da Fala (C-020553188) nas unidades do CMM – Centro Médico de Aveiro e CMM – Centro Clínico FisioEstarreja

Revisão da Literatura

1) https://www.rtp.pt/noticias/pais/especialista-alerta-que-uso-de-mascara-aumentou-doencas-da-voz_n1311703

2)  Mendes, A. (et all).2013. Fisiologia da Técnica Vocal (2013). Lusociência, Lisboa

3) Behlau M. e Pontes P. ( 1995). Avaliação e tratamento das disfonias. Editora Lovise. São Paulo. Brasil.

4) https://www.sns.gov.pt/noticias/2018/04/16/dia-mundial-da-voz-2/

Outros artigos
Siga-nos