Endoscopia Digestiva Alta

Descrição

A Endoscopia Digestiva Alta consiste na visualização direta do revestimento interno da porção superior do sistema digestivo (esófago, estômago e duodeno) com o auxílio de um fibro-endoscópio (tubo flexível com lentes e sistema de luz próprio) que possibilita a transmissão de imagens (para um monitor). Tal como na colonoscopia, aquando da realização deste exame poderão ser detetadas eventuais lesões que serão posteriormente analisadas.

Quando realizar

A endoscopia digestiva alta é indicada, maioritariamente, quando surgem queixas de dor na parte superior do abdómen, náuseas, vómitos, azia, dificuldades em engolir, enfartamento frequente, rastreio do cancro gástrico, avaliação de anemia, perda de peso ou anorexia e como vigilância de várias doenças do tubo digestivo superior.

Preparação

A preparação para este exame é bastante simples.

Deverá Fazer Jejum de 6 Horas

  1. Se o exame for realizado no período da manhã (09:00 H ás 13:00 H):

A última refeição deverá ser o jantar do dia anterior ao exame.

  1. Se o exame for realizado no período da tarde (14:00 H ás 19:00 H):

Deverá tomar o pequeno-almoço (constituído por chá e 2 – 4 bolachas), mantendo-se depois em jejum até à hora do exame. Caso o exame se realize no final da tarde poderá reforçar o pequeno-almoço (com o mesmo conteúdo) a meio da manhã.

Procedimentos

Durante a realização da endoscopia digestiva alta o utente encontra-se deitado para o seu lado esquerdo e monitorizado para que o médico verifique a respiração, tensão arterial e frequência cardíaca. Antes da realização deste exame é aplicado um spray anestésico local na garganta cujo objetivo é diminuir a sensibilidade da zona para a passagem do endoscópio.

Após a colocação do spray, e por forma a ajudar o utente a manter a boca aberta, é colocado um bocal para iniciação do exame. O exame inicia com a introdução de um endoscópio pela boca e guiando-o pelo tubo digestivo superior através de comandos existentes no esdoscópio.

A endoscopia digestiva alta não é um exame doloroso contudo pode provocar em algumas pessoas uma ligeira sensação de vómito na passagem do endoscópio pela garganta e uma sensação de inchaço que se deve à pequena insuflação de ar (através do endoscópio) para uma correta visualização do tubo digestivo.

Em caso de necessidade de, por exemplo, remoção de pólipos serão introduzidos instrumentos de recolha através do endoscópio sendo que esta prática não é dolorosa para o utente.

O exame termina com a recolha lenta do endoscópio pela boca.

Exame disponível nos seguintes Centros Médicos

Pode escolher na página de marcação online o subsistema ou seguradora convencionado na clínica escolhida.