Princípios do Pilates Clínico

Autor

Publicado em:
23 Junho, 2021

Faça o seu pedido de consultas com Marta Faria Gonçalves

Princípios do Pilates Clínico

O Pilates Clínico apoia-se em 8 princípios essenciais para a realização das aulas, de forma a atingir o máximo de benefícios do treino.

1 – Respiração: Durante a aula de Pilates a respiração está associada ao exercício, realizando a expiração no movimento mais exigente, permitindo assim uma melhor ativação do centro.
É essencial manter a concentração na respiração durante os exercícios, tornando-os mais desafiantes, eficazes e seguros.(1,2)

2 – Concentração: Tal como na respiração é essencial que haja o máximo de concentração durante toda a aula, criando uma ligação entre o corpo e a mente. O foco permitirá um melhor controlo e uma maior consciência corporal durante todo o exercício.(1,2)

3 – Controlo: Os movimentos por mais simples que sejam devem ser realizados com o máximo de concentração e controlo possível, garantindo um recrutamento muscular correto.
O controlo sobre os 5 elementos-chave durante uma aula de Pilates é essencial para tornar o exercício mais simples num desafio.(1,2)

4 – Centro: O desenvolvimento de um centro estável e forte é a base para atingir os benefícios do método. O controlo do alinhamento da bacia é fulcral para cumprir este princípio.(1,2)

5 – Precisão: A repetição dos exercícios ou sequências de exercícios promove a precisão dos mesmos, aumentando o controlo do corpo e a consciência. O feedback do instrutor pode se uma excelente ajuda para atingir este princípio, quanto melhor for o comando melhor será a
resposta do aluno.(1,2)

6 – Fluidez: É essencial que os movimentos e os exercícios apresentem fluidez durante a sua realização e nas transições, garantindo que durante este tempo os 5 elementos-chave estão presentes e não existe descontrolo ou desconcentração.(1,2)

7 – Movimento integrado: O desenvolvimento de consciência corporal ao longo das aulas permitirá ao utente corrigir os seus movimentos e posturas durante as aulas mas também no dia-a-dia.(1,2)

8 – Rotina: Apenas com a prática frequente se consegue alcançar os benefícios do Pilates Clínico. É essencial tornar a sua prática parte da nossa rotina, quer as aulas como os princípios.(1,2)

A presença dos 8 princípios do Pilates durante a realização das aulas permitirá atingir mais rapidamente os benefícios desta prática.

Autora

Marta Faria Gonçalves, Fisioterapeuta (C-058679073) no CMM-Centro Médico de S.Jorge (Queluz) e CMM-Corinthia Lisbon.

Revisão da Literatura

1)Pilates, J. e Robbins, J. e Heuit-Robbins, V. (2012) Pilates’ Return to Life Through Contrology-Revised Edition for the 21st Century. Presentation Dynamics.
2)Isacowitz, R. e Clippinger K. (2011) Pilates Anatomy. Human Kinetics

Outros artigos
Siga-nos