Viscossuplementação para artrose do joelho e anca

Autor

Publicado em:
26 Outubro, 2020

Faça o seu pedido de consultas com Nuno Silva

O que é a artrose?

A artrose, ou osteoartrose, é o resultado da degeneração das articulações, a qual ocorre de forma progressiva. Os sintomas mais comuns são rigidez e dor articular.

80% da população mundial com mais de 65 anos tem evidência radiográfica de osteoartrose, sendo que 60% destes são sintomáticos.

O que é a viscossuplementação?

Trata-se de um tratamento que consiste na infiltração de um medicamento, o ácido hialurónico, no interior de uma articulação.

É principalmente utilizado no joelho e anca, mas pode ainda ser aplicado em outras articulações como no ombro, cotovelo, tornozelo e outras articulações mais pequenas.

Como funciona?

A articulação saudável contém ácido hialurónico, que funciona como um lubrificante e permite que as superfícies da cartilagem deslizem durante o movimento. Para além deste efeito mecânico, o ácido hialurónico apresenta também propriedades anti-inflamatórias.

Na artrose, há diminuição desta substância resultando na fricção das superfícies ósseas, originando alterações de desgaste e dor articular.

Neste procedimento, é feita a reposição deste lubrificante, melhorando a mobilidade articular, diminuindo a inflamação e a progressão do desgaste da cartilagem.

Qual é a duração do efeito do tratamento?

A melhoria sintomática é esperada após a 1ª semana e até 1 mês após o procedimento.

Os seus efeitos podem durar até 2 anos. Porém se após 6 meses persistir dor e limitação decorrentes da artrose, pode repetir-se o tratamento.

Quem tem indicação para a viscossuplementacão?

Em teoria qualquer pessoa com artrose estabelecida e com limitação da sua funcionalidade ou dor decorrente desta.

A viscossuplementação tem especial indicação no doente que não obteve melhoria da sintomatologia com fármacos e fisioterapia, que são intolerantes a estes ou que querem evitar cirurgia.

O procedimento?

O procedimento é realizado durante o período de consulta, com apoio de ecografia que permite exatidão na hora de infiltrar o fármaco de forma a garantir menor dor, maior eficácia e segurança para o doente.

Tem a duração aproximada de 15 minutos.

Quais os cuidados após a injeção?

Nas 48h seguintes deve:

– Aplicar gelo local por períodos de 15 a 20 minutos várias vezes ao dia com alguns cuidados por exemplo com um pano húmido entre o saco de gelo e a pele. Tenha atenção ao excesso de frio, para não causar queimadura de gelo.

– Evitar atividade física intensa ou prolongada que implique maior carga sobre a articulação 

Quais as contra-indicações?
-Alergia ao fármaco ou a proteínas de aves ou ovo.
-Infeção articular, sistémica ou cutânea.
-Coagulopatias.

Autor

Nuno Silva,  Médico Interno de Medicina Física e Reabilitação (OM 58727) na unidade: CMM – Centro Médico de S. Jorge (Queluz): ERS Nº E101466 | Lic. Func.: 19641/2020 | Tlf: 214342160

Outros artigos

Siga-nos